Porto

A segunda cidade de Portugal é o destino ideal para fazer uma escapadinha. As suas coloridas fachadas, a roupa estendida nas varandas, os seus pores-do-sol, as gaivotas grasnando ou os seus espetáculos de fado ao vivo, fazem com que seja única. Ainda que não seja uma cidade muito grande, aqui, podem passar-se muitas coisas, coisas essas que não passarão despercebidas. Uma cidade que cativa apenas a olhando, a verdade é que o Porto tem algo inexprimível, algo íntimo, que nos encanta. 

Deslocar-se dentro do Porto

São muitos os viajantes que optam por descobrir Portugal de automóvel e conhecer intensamente os seus recantos. O Porto é uma das cidades mais frequentadas por turistas durante todo o ano, assim sendo, é conveniente que te mantenhas atento quando decidires deslocar-te pelo Porto com o teu carro e que tenhas em consideração uma série de pontos caso não queiras ser apanhado de surpresa.

Circular pelo centro do Porto pode chegar a ser lento e complicado, pelo que podes apanhar a estrada circular que rodeia o Porto, conhecida como A20 ou Via de Cintura Interna, uma vez que estabelece ligação com várias saídas e autoestradas da cidade, fazendo com que seja mais rápido movimentares-te pelo Porto.

Portagens no Porto

Se vais entrar pela autoestrada no Porto deves saber que além das portagens tradicionais, também existem pórticos eletrónicos nas periferias da cidade que não têm barreiras nem cabines e, assim sendo, não podes realizar o pagamento com dinheiro ou com cartão de crédito.

Portanto, se estás a conduzir e te deparas com um sinal que específica Electronic toll only(apenas pórtico eletrónico), presta atenção, porque não poderás fazer marcha atrás. Para que não te apanhe de surpresa, explicamos-te os métodos de pagamentos que podes utilizar para poderes circular por estas estradas:

  • Via Verde: o dispositivo temporário da Via Verde é ideal se viajares frequentemente por Portugal. Tem uma validade de 90 dias prorrogáveis. O seu custo de aluguer é de 6 € na primeira semana e 1,5 € nas semanas seguintes, com uma caução que te será reembolsada quando efetuares a devolução do dispositivo. Além disso, também poderás utilizá-lo nas portagens de pagamento tradicional.

  • Easy Toll: trata-se de associar a matrícula do teu veículo a um cartão de crédito. Destina-se principalmente a turistas e tem uma duração máxima de 30 dias. A associação pode-se realizar nos pontos de boas-vindas (Welcome Points) localizados na fronteira com a Espanha. Uma vez realizada a associação, cada vez que cruzares um pórtico eletrónico cobrar-te-á o valor correspondente de forma automática no teu cartão de crédito.

  • Toll Card: trata-se de um cartão pré-pago que só poderás utilizar nos pórticos eletrónicos. Poderás adquiri-lo na Internet, nos postos de correio ou nas áreas de serviço em Portugal, por um valor fixo de 5, 10, 20 ou 40 €. Para poder ativá-lo o condutor tem de enviar um SMS, especificando a matrícula do veículo e o código impresso no cartão. Tem uma validade de um ano até se esgotar o saldo.

  • Toll Service: este cartão de pré-pago é ideal se fores circular pelo Porto durante dois ou três dias. Tem a opção de cobrir todas as portagens durante três dias ou apenas percursos específicos. Este cartão serve exclusivamente para veículos ligeiros e tem um custo fixo de 20 €, estando a sua utilização limitada a 3 dias. O Toll Service pode ser adquirido nos Welcome Points (pontos de boas-vindas), aeroportos ou nas áreas de serviço.

Estacionar no Porto

Se decidiste chegar de carro a esta cidade portuguesa, tens que ter em consideração uma série de indicações na hora de estacionar no Porto com o teu veículo. E é como na maioria das grandes cidades, se não te recordaste de reservar um lugar antes de chegar, pode ser uma grande dor de cabeça procurar um estacionamento no Porto(e não queremos que assim seja).

Reservar um parque de estacionamento no Porto

No geral, as zonas mais antigas da cidade têm as ruas mais estreitas e não é aconselhável estacionar o teu carro na rua, pelo que acaba por ser muito complicado estacionar sem pagar no Porto. Portanto, se pensaste visitar o centro do Porto ou estiveres simplesmente de passagem, recomendamos-te que reserves o teu lugar com antecedência num parque de estacionamento no centro do Porto e, assim, poderás dizer adeus a angustiante missão de procurar um lugar para estacionar. E, na realidade, cremos que é desnecessário procurar um lugar de estacionamento no Porto. ;) 

Estacionar na rua no Porto

Não obstante, se quiseres saber como funciona o estacionamento na rua no Porto, iremos dar-te uma breve explicação: no Porto, o estacionamento na via pública tem uma duração máxima que varia entre as 2h e as 10h de permanência. Terás que pagar o bilhete do parquímetro nos seguintes horários (exceto feriados):

  • Nas zonas I, II, III, IV: de segunda a sexta entre as 09:00 e as 19:00.

  • Na zona I: sábados entre as 11:00 e as 16:00.

Mas, como não queremos que percas o teu tempo à procura de estacionamento, aconselhamos-te a reservar o teu lugar antes de chegares num dos nossos parques de estacionamento no Porto. ;)

Deslocares-te pelo Porto

Embora o Porto seja uma cidade onde é muito fácil caminhar e onde podes chegar a pé a praticamente qualquer lugar sem nenhum problema, talvez necessites deslocar-te de transporte público para chegares a determinados pontos, principalmente se fores dos que gosta de explorar cada canto da cidade. Mas se tiveres a oportunidade de conhecer o Porto a pé, recomendamos-te que estaciones num dos nossos parques de estacionamento no centro do Porto, onde poderás caminhar até ao centro e conhecer a cidade a fundo. Toca a mexer essas pernas!

Apanhe um elétrico no Porto

O elétrico do Porto converteu-se indiscutivelmente numa atração turística e um passeio neste transporte tem um grande encanto. Há 3 linhas em funcionamento:

  • Linha 1: Infante-Passeio Alegre (das 09:30 às 18:00).

  • Linha 18: Massarelos-Carmo. Circular (das 09:15 às 19:00).

  • Linha 22: Carmo-Guindais Batalha (das 10:00 às 19:00).

O metro do Port

Com este meio de transporte podes chegar a quase todos os pontos da cidade rapidamente e, além do mais, é um dos metros mais modernos e eficientes de toda Europa. Está aberto das 06:00 da manhã até à 01:00 da madrugada (com exceção da linha F que está aberta até às 00:30). Conta com 81 estações distribuídas por 6 diferentes linhas:

  • Linha A (azul): Estádio do Dragão - Senhor de Matosinhos.

  • Linha B (vermelha): Estádio do Dragão - Póvoa de Varzim.

  • Linha C (verde): Estádio do Dragão - ISMAI.

  • Linha D (amarela): Hospital São João - Santo Ovídeo.

  • Linha E (rocha): Estádio do Dragão - Aeroporto.

  • Linha F (laranja): Fânzeres - Senhora da Hora.

Apanhar o funicular no Porto

Conhecido como Funicular Dos Guindais, o funicular do Porto é ideal se quiseres chegar a algum ponto alto da cidade. O funicular conecta a Ribeira com a parte alta da zona da Batalha (onde se encontra a Catedral do Porto) e é considerado uma das atrações turísticas mais especiais da cidade. No entanto, para os próprios portuenses é um meio de transporte que podem utilizar diariamente para realizar trajetos entre as duas zonas. E, além disso, tem um preço acessível.

Conselho: se te apetece contemplar uma das melhores vistas da cidade, apanha o Funicular dos Guindais. A partir daqui poderás observar a Ponte Dom Luís I e também as antigas muralhas fernandinas da cidade.

Andares de autocarro no Porto

O autocarro no Porto pode ser-te muito útil na altura de te deslocares a alguns lugares em concreto da cidade como, por exemplo, Vila Nova de Gaia, dado que o autocarro te deixa perto de onde se encontram todas as caves de vinho do Porto da cidade. Uma das suas maiores vantagens é que também existem várias linhas com horário noturno.

Contudo, as ruas estreitas do Porto, as encostas e o trânsito, não fazem com que seja um transporte muito agradável. Assim sendo, não é um meio que te recomendamos utilizar no Porto, a não ser que não tenhas outra opção. Mas, ei, se gostas de experiências de risco, então vai em frente. ;)

O Porto a pé

A melhor maneira de conhecer as cidades é caminhando. Os becos, as suas encostas e os seus pequenos recantos, fazem do Porto a cidade perfeita para conhecê-la sem a necessidade de apanhar nenhum transporte. Assim sendo, reserva o teu lugar de estacionamento no centro do Porto e perde-te nas suas ruas!

E a verdade é que, não contes a ninguém, mas descobrirás alguns dos segredos da cidade que não aparecem em nenhum guia. ;)

O que ver no Porto

É uma das cidades mais importantes do país e um dos destinos preferidos para fazer uma escapadinha. De facto, o Porto é uma cidade repleta de encantos e podê-lo-ás confirmar enquanto a percorres.

Estacionar no Centro do Porto

O centro do Porto é considerado como o ponto de união entre a zona mais velha e mais nova da cidade. 

A Rua Santa Catarina é a principal rua comercial do Porto, situada entre a Praça Marquês de Pombal e a Praça da Batalha, onde se pode ver a Igreja de Santo António dos Congregados.

Se não és um grande fã das compras, mas a tua companheira/colega/familiar sim, sabemos que estás habituado a segurar os postes. Mas na Rua Santa Catarina poderás sentar-te num dos muitos restaurantes e esplanadas e descansar o braço, e todo o corpo. Recomendamos-te que fiques a conhecer o Café Majestic, uma das visitas obrigatórias no Porto. A sua fachada de mármore, as suas colunas e decoração estilizada, típica da Art Nouveau, fazem deste lugar uma paragem imprescindível no teu percurso.

Estacionar na Baixa

A zona da Baixa, no centro do Porto, é uma das zonas mais turísticas da cidade onde se pode viver o ambiente mais típico e tradicional da cidade num ambiente muito animado. Esta está compreendida pelas ruas que rodeiam a Avenida dos Aliados e a Praça da Liberdade, a praça mais famosa do Porto e onde se encontra a estátua do Rei Dom Pedro IV.

Também podemos visitar a Estação de São Bento, a Torre dos Clérigos ou o Mercado do Bolhão, uma das visitas imprescindíveis no Porto, dado que é um dos edifícios mais emblemáticos da cidade e é caracterizado por conservar a essência da cidade e pelo seu ambiente animado.

Estacionar na Ribeira

Como o seu próprio nome indica, é a zona situada na ribeira do rio Douro. É um dos lugares mais significativos do centro histórico do Porto. Na maioria dos cartões de postal da cidade do Porto, poderás observar a imagem da cidade vista a partir desta zona. De facto, a Ribeira é uma foto de postal, literalmente.

Passear à noite, jantar num restaurante com esplanada, degustar um prato típico português, enquanto contemplas as vistas da Ponte Dom Luís I e de Vila Nova da Gaia com as suas caves iluminadas... é um plano que tem de estar no teu guia de coisas a fazer no Porto.

Estacionar em Miragaia

Ao lado da Ribeira, esta freguesia é uma das mais turísticas da cidade do Porto. O nome desta freguesia também tem o seu significado, já que Gaia é a cidade que está do outro lado do rio, daí “mira Gaia“.

Nesta zona encontram-se muitos lugares de interesse, como o World of Discoveries, um museu interativo e parque temático. Além disso, também poderás visitar o Museu de Vinho do Porto, o Palácio de Cristal ou o Centro de Congressos da Alfândega do Porto, onde decorrem muitos dos eventos do Porto.

Estacionar perto da Ponte Dom Luís I

A ponte mais famosa do Porto, a Ponte Dom Luís I, junto ao rio e os edifícios coloridos, formam uma das paisagens mais encantadoras da cidade.  

Se subires e caminhares pelo piso superior da ponte (com cerca de 390 metros de comprimento), poderás contemplar as incríveis vistas sobre o Douro, a Torre dos Clérigos e a Catedral da Sé do Porto, o edifício religioso mais importante desta cidade portuguesa. Contudo, esperamos que não tenhas muitas vertigens. ;)

Prepara a câmara, porque não podes regressar da tua viagem sem tirar uma foto com a ponte de fundo. Diz, selfie!

Estacionar na Foz do Douro

Situada num lugar privilegiado, a "Foz do Douro" converteu-se numa zona exclusiva do Porto. É o ponto exato onde o Douro desagua no Oceano Atlântico.

O percurso pela Foz do Douro pode começar no Farol de São Miguel-o-Anjo. Podes contornar a pé a Rua do Passeio Alegre até chegares ao Forte de São João e caminhares pelo Passeio Marítimo que percorre a Avenida do Brasil.

Quer visites o Porto num período de calor, ou não, se fores com tempo, sugerimos-te que visites as praias do Molhe, Praia dos Ingleses, Senhora da Luz, do Ourigo, Gondarém e Homem do Leme e contemples os maravilhosos pores-do-sol.

De facto, esta cidade portuguesa está na moda, e com razão.

O que fazer no Porto

Passeio pelo Douro

Si tiveres a oportunidade de apanhar um barco no Porto, no Douro, para percorreres as seis pontes que unem a cidade com Vila Nova de Gaia, não a deixes fugir.

É uma das atrações mais populares da cidade e, particularmente, o cruzeiro das 6 pontes. O barco parte desde a ponte da Arrábida, a maior da cidade, até à ponte do Freixo, situado no extremo este do Porto. Os barcos saem a cada meia hora entre as 10:00 e as 18:00, entre abril e setembro, e até às 16:00 entre outubro e março.  

Visitar as caves de vinho do porto

Em Vila Nova da Gaia poderás visitar uma série de caves de vinho do porto que se encontram neste concelho. Darás um passeio pelas caves onde um guia te explicará a história do vinho, o seu processo de elaboração e outros dados muito curiosos. E, no final da visita, oferecer-te-á um copo de vinho. Nada mal, certo? ;)

Entre as melhores caves do Porto encontram-se: Cave Ramos Pinto, Cave Sandeman, Wiese & Krohn, Cave Ferreira e Taylor’s.

Eventos no Porto

  • Festas de São João: as festas de São João é a FESTA do Porto. As Festas de São João celebram-se durante vários dias, mas a festa mais importante é na noite de 23 de junho e dura até à manhã de 24 de junho. Durante as festas de São João poderás desfrutar de concertos, verbenas e bailes populares, assim como comer sardinhas assadas, caldo verde e beber vinho. Se tiveres a oportunidade de visitar o Porto durante estas festas, fá-lo e desfruta! Como as ruas tendem a ficar muito cheias, o nosso conselho é que reserves com antecedência um lugar num dos nossos parques de estacionamento no centro do Porto.

  • Fantasporto: o Fantasporto é o Festival Internacional de Cinema Fantástico do Porto e é um festival de cinema fantástico. A sua primeira edição foi em 1980 e surgiu fruto de uma conversa entre os três fundadores, numa mesa do Café Luso, no centro do Porto. Atualmente é o maior festival de cinema de Portugal e um dos maiores do mundo. Geralmente dura uma semana nos meses de fevereiro ou março e durante estes dias a cidade enche-se de fantasia e ficção científica. Não percas tempo à procura de estacionamento durante o festival e reserva o teu lugar antes de chegares para estacionares no centro do Porto antes dos demais.

Sala de concertos no Porto

  • Casa da Música: caracterizada pelo seu design exterior estranho, realizam-se vários concertos e eventos durante todo o ano. Desde concertos de música clássica, de música eletrónica, de música de rua, até atividades e oficinas educativas. Nela, podes encontrar o Restaurante Casa da Música, na parte superior, onde poderás desfrutar do teu jantar ou simplesmente de um copo, numa das melhores esplanadas com vistas sobre o Porto.

Estádios no Porto

  • Estádio do Dragão: é o estádio principal do Futebol Clube do Porto. O nome do estádio faz referência ao apelido que os seus jogadores recebem, os “dragões”. E tem capacidade para mais de 54 000 pessoas (quase um quarto dos habitantes). Se és um fanático do futebol recomendamos-te viver, uma vez pelo menos, o ambiente que se sente entre os seguidores do Futebol Clube do Porto dentro deste estádio de futebol. Mas, cuidado, não te esqueças de reservar com antecedência um parque de estacionamento perto do Estádio do Dragão, já que nestas partidas, o número de espetadores nas bancadas não é propriamente algo de parca dimensão. ;)

Viajar a partir do Porto

Estacionar perto do Aeroporto do Porto

O Aeroporto Francisco Sá Carneiro do Porto, também conhecido como Aeroporto do Porto ou Aeroporto de Pedras Rubras, é o segundo aeroporto com maior tráfego de Portugal atrás do Aeroporto de Lisboa. Além disso, é considerado um dos aeroportos mais modernos da Europa.

Localizado a aproximadamente 12 quilómetros do centro do Porto, a forma mais rápida e cómoda de chegar a partir do Porto é de carro, pelo que, se vais voar a partir daqui, não te esqueças de reservar o teu parque de estacionamento de longa duração no Aeroporto do Porto. Não deixes tudo para a última hora, nós já sabemos, preocupa-te em fazer a mala e em preparar o teu guia de viagem, que nós encarregamo-nos de procurar um parque de estacionamento económico no Aeroporto do Porto e, assim, pouparás tempo e dinheiro. ;)

Resumindo, se quiseres ficar tranquilo tendo o teu veículo vigiado num lugar seguro durante a tua estadia, recomendamos-te que reserves um dos nossos parques de estacionamento no aeroporto do Porto. Não arrisques e reserva o teu lugar antes de chegares!

Partir em viagem de comboio a partir do Porto

  • Estação de São Bento: em pleno centro da cidade, é a estação mais histórica e faz trajetos de curta distância. Se o teu comboio sair a partir daqui e viajares de carro até à estação, podes estacionar perto da Estação de São Bento facilmente se reservares com antecedência.

  • Estação do Porto-Campanhã: localizada junto ao Estádio do Dragão, esta estação realiza viagens de longa distância. Está muito bem interligada com os transportes urbanos do Porto, pelo que é fácil deslocares-te até muitos dos pontos da cidade. Contudo, se preferes movimentar-te de carro até à estação e antecipares aos demais, podes reservar um parque de estacionamento perto da Estação do Porto-Campanhã.

Outros lugares em Porto

As famosas bolachas

Ao utilizares este website, aceitas a nossa .